terça-feira, 15 de maio de 2018

Embaixada US em Jerusalém

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo

A imagem pode conter: 18 pessoas, multidão

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé

Related image



Faixa em ponte celebra a abertura da embaixada americana em Jerusalém

A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre

Image result for embaixada EUA em jerusalem

A imagem pode conter: 10 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas, mesa e área interna

A História é feita com grandes homens e seus valores. Se Israel e seus líderes dependesse da aprovação da Mídia não sairia do lugar. Não poderia dar um passo sequer sem que alguém o impedisse com seus argumentos contrários. Mas a liderança de Israel é fortemente centrada em seus objetivos. 

O que vemos na presente data é o cumprimento das promessas do Eterno em que Israel e Jerusalém "assombrariam" o restante do mundo. D-us tem prazer em cumprir suas promessas de honrar o povo judaico. Ele prometeu a Abraão: "Abençoarei aqueles que te abençoarem" (Gn 12.3).


Este não é só mais um momento histórico, mas o estabelecimento de conceitos que favorecem a nação de Israel. 

Shalom.


Marion Vaz

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Israel completa 70 anos - Uma nova geração

A imagem pode conter: noite e atividades ao ar livre

14 de maio de 1948

Uma geração forte e determinada marca a história do povo de Israel de tempos em tempos. Na Era bíblica foram os patriarcas, os reis, sacerdotes e profetas que triunfaram diante das demais nações, erguendo um legado de fé no único D-us. 

O povo de Israel cresceu e dominou o espaço físico em tantos lugares quanto podiam habitar. Fomos assaltados no tempo, vidas se perderam, choramos no frio intenso de uma era sombria.

Acordamos do pesadelo e encaramos nossos irmãos: É hora de parar de fugir e habitar em nossa própria terra: Eretz Israel.

Erguemos uma bandeira e chegamos, aos poucos, depois aos milhares. Homens, jovens e mulheres  e crianças que talvez nem soubessem por onde começar. Mas queríamos construir uma nação. Trabalho árduo! Dia e noite! Sem descanso! Uma geração de sonhadores!
Ao longo dos anos nos multiplicamos. Povoamos Eretz! Viemos pra ficar!

1948-2018 - Agora, uma nova geração se levanta. Nossos filhos e netos tem um lar para morar, uma terra para se orgulhar, um ideal. A promessa feita a Abraão em tempos tão remotos que alguém se faz de tolo para não entender se cumpriu em nossos dias. 

Somos herdeiros do Eterno. Essa é a nossa terra! Esse é o nosso Lar

 Related image









domingo, 13 de maio de 2018

Jerusalém Unificada

A imagem pode conter: céu, nuvem e atividades ao ar livre

Vista do Monte do Templo e cidade nova ao fundo

A Capital de Israel é hoje uma cidade real, fortemente estabelecida e reestruturada tanto em questões administrativas quanto civil. E como diz o texto bíblico: "Uma cidade construída em bases sólidas" (Salmos 122.3). Independente de opiniões opostas, a cidade cresceu muito nos últimos anos e diariamente tem se destacado no cenário mundial. 

Hoje comemoramos mais um ano da unificação de Jerusalém. E estamos orgulhosos disso! 

Chag Sameach!

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Purim - Sorte ou Revés

Related image

Purim está chegando e com ele as reviravoltas na história exposta no livro de Ester. A narrativa repleta de atrativos e momentos de pura expectativa fala também de desespero, contrastes emocionais, jejum, revelações e finalmente: redenção. Purim se traduz por sorteios - sorte pra uns, revés para outros. Mas afinal do que se trata esta festividade judaica? Ela é um marco na história do povo judeu. Não é novidade que, de tempos em tempos, algum líder infeliz se levanta e resolve que a meta da sua vida é acabar com o povo judaico. Ele traça planos "infalíveis" e maquina como conseguir seu intento.

Na era bíblica temos Haman refinando e processando como poderia liquidar com a existência daquele povo, e, principalmente, com Mordechai que não o reverenciava de jeito nenhum, e pelo qual mantinha um ódio crescente. Tudo poderia ter ocorrido como o planejado se não fosse por um detalhe: D-us, o Todo Poderoso de Israel. 

Embora no desenrolar da história de Ester não se mencione o nome de D-us, podemos notar o quanto Ele estava presente na vida do povo. Alguns mantinham elos no palácio e outros conquistaram lugar de destaque na sociedade persa mesmo em meio ao cativeiro. Mordechai convenceu sua sobrinha Hadassa a se candidatar a vaga de rainha e ela foi escolhida para esposa do rei. 

Todos nós conhecemos a história e como os planos do perverso Haman foram literalmente revertidos contra ele. Mas o que não podemos deixar de notar é que Purim é mais do que um grito de vitória. É a festa da unificação dos judeus. Eles se uniram para chorar a proximidade da morte, se uniram para jejuar com Ester como uma nação perante o D-us Eterno, se uniram para defenderem suas famílias e suas casas e por fim estavam juntos festejando a destruição de seus inimigos e a liberdade que, por hora, haviam conquistado.

Purim também nos trouxe algo mais excelente: A restauração da identidade espiritual do povo judaico. Num momento de dependência total do Eterno, o povo reagiu de maneira positiva restaurando a comunhão com D-us. E essa decisão não ficou parada num tempo remoto da história. Houve uma conscientização que desencadeou outros fatores e com os anos de cativeiro chegando ao fim, eles se prontificaram na reconstrução do Segundo Templo em Jerusalém, na restauração dos muros da cidade santa e no retorno a pátria.

A festividade hoje não só nos remete a fatos do passado, mas também nos revela que os judeus continuam abraçando seus ideais. Assim como no passado, "os judeus reafirmam sua lealdade ao Judaísmo e alcançam novos níveis espirituais".  

Chag Sameach.